7 dicas para manter a concentração no trabalho

Especialista ensina a superar preocupações, cansaço e distrações que "roubam" a sua atenção. Saiba o que fazer:

A falta de concentração é um dos maiores problemas do mundo corporativo. Em algumas vezes, o profissional não consegue manter o foco porque está com algum problema em casa. Em outras, a causa é o excesso de distrações do ambiente de trabalho: pessoas falam, o telefone toca, chega um e-mail, aparece uma notificação no Facebook, o WhatsApp apita... fica até difícil enumerar a quantidade de "ladrões de concentração" existentes.

De acordo com Renato Alves, consultor e autor do livro "Faça seu cérebro trabalhar para você", a concentração nada mais é que uma escolha. "Hoje, podemos prestar atenção em uma infinidade de coisas. Para facilitar a escolha pelo trabalho, o ideal é eliminar algumas 'névoas' de distração", afirma o especialista.

Alves listou uma série dicas para ajudar quem precisa ficar mais concentrado no trabalho:

1) Seja organizado
A organização, segundo Alves, é importante para que o empreendedor não se perca em meio ao caos em que uma mesa pode se transformar. "Quanto mais bagunçado é o espaço de trabalho do profissional, maiores serão os problemas."

2) Descanse
A falta de sono traz vários problemas de saúde. O primeiro a aparecer, de acordo com o especialista, é a perda da concentração. "Depois de horas extras, estresse e desgastes muito grandes, a cabeça fica cansada. E com a mente desse jeito, não tem como manter o foco", diz. A solução para esse problema é simples: dormir o suficiente.

3) Pense positivo
Profissionais pessimistas ficam desmotivados mais facilmente. E sem muita vontade de trabalhar, a alternativa é fazer qualquer coisa para se distrair. Se a causa na moral for causada por problemas pessoais ou profissionais, Alves ressalta que é importante parar de pensar no que está ruim e focar na tarefa. "O ideal é desassociar as tarefas das aflições. A causa do problema não é a tarefa a ser realizada. Pratique o metapensamento: pense no que você está pensando e tente ser otimistas."

4) Uma coisa de cada vez
Se o empreendedor tem várias coisas para fazer durante o dia, mas não sabe por onde começar – ou interrompe um trabalho no meio para dar atenção a outro projeto – o ideal é parar um pouco e fazer uma tarefa por vez e só se dedicar a outro assunto quando terminar o primeiro.

5) Fuja dos "ladrões"
Para Alves, o ambiente de trabalho está repleto de "ladrões da produtividade". O maior deles não é nenhuma surpresa: as redes sociais. No entanto, os e-mails e até o telefone podem ser prejudiciais para o empreendedor. "Sempre que recebemos um novo e-mail, aparece uma janela na tela do computador. Aí paramos o que estamos fazendo e checamos uma mensagem que pode nem ser tão essencial", afirma. O especialista recomenda que o profissional cheque a conta de e-mail de duas a três vezes por dia.

Quanto ao telefone, vale desligar a linha em casos em que a concentração é realmente necessária e retornar ligações importantes depois.

6) Qual é a música?
Muita gente diz que consegue se concentrar mais quando está ouvindo música. Ao mesmo tempo, bastante gente perde totalmente o foco com qualquer ruído. De acordo com Alves, é impossível generalizar e dizer se música faz bem ou mal para a concentração. Ele só recomenda que, caso haja música, os vocais sejam esquecidos. "Quando a música é instrumental, ninguém cantarola, perde o foco e faz as pessoas ao redor dispersarem também", afirma.

7) Respire
A mais simples das dicas, mas não menos importante, é respirar fundo. O ato de inspirar e expelir o ar dos pulmões ajuda a acalmar e a direcionar o foco para o que deve ser feito. "A respiração contribui para a abertura da estrada da concentração", diz o especialista.

Fonte: Revista PEGN

Pages